Programa

1. O começo: a liberdade do desenho infantil

Buscar, exercitar e desenvolver a própria expressão.

2. Desenhando a PUC como um estrangeiro

Usar todos os sentidos para observar o contexto da universidade e suas particularidades.

3. Contando uma história em imagens e texto.

Texto também é imagem. Encontro entre as linguagens textuais e icônicas.

4. Quem tem medo de desenhar gente?

Registrar por meio da observação específica de pessoas em movimento ou não.

5. Meu projeto pessoal. Exposição dos cadernos

Proposta para estimular a expressão singular de cada aluno. Compartilhar os resultados a turma.