Programa

O curso deverá se desenvolver mediante uma dinâmica interativa entre professores e alunos, percorrendo os temas:

História do xadrez e suas regras.  

Ciências da decisão e do planejamento. 

Heurística.

Decisões em nível operacional, tático, estratégico e ético-normativo no xadrez e em outras atividades.

Prática de partidas entre os alunos, a serem comentadas.

1.      Introdução.  As regras do jogo.  História do xadrez.  Decisão e planejamento.   Planejamento e decisões no mercado, na economia, na política.  Relações com a história do xadrez.

2.      Aprofundamento e discussão dos conceitos da 1ª aula.  Consolidação do domínio completo sobre as regras do jogo.  Xadrez, tomada de decisão, guerra e paz: algumas comparações de interesse histórico e prático.

3.      Primeira prática de partidas de xadrez entre os alunos, a serem comentadas.

4.      Apresentação de problemas “fora do tabuleiro” de resolução tipicamente heurística.  O método heurístico-empírico e o método científico-experimental.

5.      Introdução à estratégia no xadrez: conceitos e princípios.  Da arte à ciência do xadrez.  Da tática à estratégia.  Principais pontos de inflexão histórica.

6.                 A relação entre a evolução da estratégia no xadrez e nas demais atividades humanas: sociedade, economia, empresas, guerra.   Uma visão rigorosa e abrangente.

7.      Entendimento do desenvolvimento da estratégia através da apresentação e explicação de partidas de interesse histórico.

8.      A tática no confronto entre as peças.   A importância da flexibilidade da estratégia com relação à tática.  O cálculo como conseqüência da compreensão.  O cálculo advindo da compreensão do significado do contexto: apreender o sentido apontado pelo contexto.

9.      Segunda prática de partidas entre os alunos, a serem comentadas.

10.  O nível ético-valorativo do planejamento e o xadrez: A relação entre a evolução do xadrez e a do pensamento humano.  Busca da vitória X busca da verdade no xadrez e nas organizações

  1. A relação eu e o outro: adversário ou parceiro? (concorrência X aliança).  A busca da verdade como trabalho cooperativo.  A importância da concentração, da serenidade e do discernimento no xadrez e na tomada de decisão
  2. O mate como finalidade, não como encerramento do xadrez: aprendendo com as derrotas.  Xadrez como um caminho na formação integral: cientifica, técnica, ética e humanística.

______________________________________________________________________________________________

Formato da aula

§  Duração: 3 horas/aula

§  Estrutura:

Todas as aulas, com exceção da 4ª e da 10ª, serão desenvolvidas de acordo com a seguinte estrutura:

1.      esclarecimento de dúvidas sobre o conteúdo da última aula (cerca de 10 minutos)

2.      apresentação do conteúdo da aula: principais conceitos e sua aplicação (cerca de 60 minutos)

3.      intervalo (cerca de 10 minutos)

4.      demonstração prática dos conceitos vistos na parte 2 acima em partida exemplar de importância para a evolução da estratégia no xadrez (cerca de 60 minutos)

5.      prática de uma partida de xadrez entre duplas de alunos, supervisionados e orientados pelo professor (cerca de 30 minutos)

6.      apresentação da tarefa proposta para a próxima aula (em torno de 10 minutos)

      Obs.: A 4ª e da 10ª aulas serão exclusivamente dedicadas à prática de partidas de xadrez entre os alunos, supervisionados e orientados pelo professor.

Material de apoio

Para a parte teórica/conceitual serão utilizados slides em Power Point, sites voltados para o xadrez e um tabuleiro com peças imantadas.  Para as práticas serão utilizados tabuleiros e peças disponibilizados pela PUC.

Como leitura complementar será recomendada a seguinte bibliografia:

O. G. D’Agostini, Xadrez Básico, Ediouro, Rio de Janeiro, 5ª edição, 2ª reimpressão.


Metodologia de avaliação

A avaliação será feita com base em:

  1. entrega individual das tarefas: 30%
  2. participação individual em sala de aula: 30%
  3. apresentação final do grupo: 40%

A atribuição das notas do item (a) levará em conta: i) tarefas entregues individualmente (visto que cada aluno deverá apresentar sua própria compreensão do conteúdo das aulas); e ii) atendimento ao prazo e qualidade do material entregue.

Corpo docente

 O curso será coordenado pelo Prof. Roberto Cintra Martins, com a contribuição de enxadristas de reconhecida experiência.