Programa

1 – A) O contato de Otto Rank com a psicanálise e Sigmund Freud; a razão do rompimento: O trauma do nascimento; B) Otto Rank e a filosofia: Immanuel Kant, Arthur Schopenhauer e Friedrich Nietzsche; vertentes e desenvolvimento;

2 – A) A expressão do indivíduo enquanto expressão do ser; a valorização do indivíduo e o repertório simbólico; finitude e permanência; B) Kant e a razão prática; o ser humano e suas escolhas; o espaço da liberdade humana;

3 – A) Otto Rank e a autonomia do sujeito; o mundo moral conforme Kant; razão autônoma; B) a afirmação da vontade e a realidade; a questão da “ilusão” em Otto Rank; a ficção em Hans Vaihinger;

4 – A) Questão antropológica; Ernest Becker: permanência, poder e coerção; assimetria de poder e estratificação social; B) a construção social do conflito: o bode expiatório e a exclusão social; o espaço de liberdade humana como afirmação da vontade;

5 – A) A lei moral e a lei social; o indivíduo como o portador da lei moral; a vontade e a razão; B) o indivíduo, a comunidade e a sociedade; ética e afirmação da vontade; a abordagem kantiana da moral no contexto da psicanálise de Otto Rank; a afirmação da ética enquanto expressão da razão humana.