Programa

MÓDULO I – ENG. JOELSON CUNHA DE OLIVEIRA - UFRJ

 Compreende os Fundamentos dos Circuitos Elétricos e Distúrbios da Energia Elétrica, destacando os conceitos de curto-circuito e sobrecargas nos materiais componentes dos cabos elétricos e equipamentos de controle e proteção, assim distribuídos:

a) Aspectos Gerais - Evolução e Desenvolvimento da Eletricidade

b) Conceitos Elétricos relacionados com o Incêndio

c) Descrições das Instalações e seus Elementos Constitutivos

d) Distúrbios Básicos do Sistema e Causas Básicas de Incêndio

e) Condutores Elétricos e o Comportamento de suas partes constitutivas frente ao Fogo

f) Causas Básicas de Incêndio e Medidas de Prevenção em Instalações Elétricas

g) Considerações Finais

MÓDULO II – ENG. ROBSON SANTOS BARRADAS – CONSULTOR – PROTEÇÃO PASSIVA

Compreende os Fundamentos do Incêndio em Instalações Elétricas, assim distribuídos:;

a) O Comportamento Humano em Incêndios:

- a experiência, o medo e o fator psicológico;

- visibilidade, asfixia, intoxicação e queimadura.

b) A Ciência do Fogo:

- combustível, comburente, calor e reação em cadeia;

- pirólise, ignição e combustão (flamejante e incandescente).

c) As Características dos Incêndios:

- poder calorífico, velocidade de combustão, carga-incêndio e desenvolvimento dos incêndios: curva de fogo real e padrão (celulose/madeira e hidrocarboneto/plástico);

- pontos/fenômenos característicos: ponto de fulgor, ponto de ignição/combustão, ponto de auto-ignição/auto-combustão, flashover e backdraft.

d) A Reação ao Fogo dos Materiais e a Resistência ao Fogo das Construções:

- reação ao fogo: contribuição combustível, desprendimento de partículas incandescentes, propagação do fogo, desenvolvimento de fumaça e geração de substâncias tóxicas;

- resistência ao fogo: propagação de incêndios, compartimentação vertical e horizontal (estanqueidade da construção), e o comportamento estrutural (estabilidade da construção) em situação de incêndio.

e) As Instalações Elétricas e os Incêndios:

- a ampacidade dos condutores protegidos;

- a combustão dos revestimentos isolantes dielétricos.

f) As Proteções Passivas Construtivas Contra Incêndios:

- o controle de materiais combustíveis (ignifugação) de prédio e de conteúdo, a estanqueidade da construção e a estabilidade estrutural;

- os materiais e os sistemas de proteção passiva contra incêndios (PPCI).

g) As Legislações e as Normas Técnicas:

- o CoSCIP (Código de Segurança Contra Incêndio e Pânico) do CBMERJ (Corpo de Bombeiros Militar do Estado do RJ) e as Normas Regulamentadoras do MTE (Ministério do Trabalho e Emprego);

- as normas brasileiras da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas): NBR 14432:2001 – Exigências de resistência ao fogo de elementos construtivos de edificações - Procedimento, NBR 5410:2004 – Instalações elétricas de baixa tensão, NBR 13231:2014 – Proteção contra incêndio em subestações elétricas, NBR 13418:1995 – Cabos resistentes ao fogo para instalações de segurança, NBR 16254-1:2014 – Materiais para sistemas de aterramento e NBR 5419:2005 – Proteção de estruturas contra descargas atmosféricas.

MÓDULO III – ENG. ERICK B. F. GALANTE – PROFESSOR DO IME

Compreende a Teoria de Explosão, assim distribuídas:;

a) Teoria da Combustão (revisão)

b) Regimes de queima

- Combustão

- Deflagração

- Detonação

c) Explosão e seus efeitos

- Distância

- Blindagem

d) explosão química e explosão mecânica

e) propriedades dos explosivos

f) Sensibilidade e Estabilidade

g) BLEVE, Flahsover e Boilover

h) Explosões em particulados e gases

i) noções de CFD aplicado a cenários de incêndio

j) Legislações específicas

- Decreto 3.665 de 2001 - R-105

- Norma Regulamentadora 19 e seus anexos

- Norma Regulamentadora 20

MÓDULO IV – ENG. SIDNEY LEONE – CONSULTOR DE SEGUROS

Compreende a Visão das Seguradoras: Procedimentos das Seguradoras quanto aos incêndios artificiais;

a) Entendendo o Seguro;

b) Subscrição do Risco

c) Seguro Patrimonial e Danos;

d) Riscos Cobertos;

e) Bens Garantidos;

f) Coberturas: Básica, Adicionais e Particulares;

g) Liquidação e Indenização do Sinistro

MÓDULO V – ENG. JOELSON CUNHA DE OLIVEIRA - UFRJ

Compreende as Noções dos aspectos jurídicos relacionados ao procedimento probatório quanto à Prova Pericial de Incêndio, assim distribuídos:

a) Aspectos Gerais das Perícias Cível e Criminal relativas ao Incêndio

b) Perícia Cível de Incêndio – CPC - Código de Processo Civil : Do Perito à Prova Pericial

c) Perícia Criminal de Incêndio – CPP – Código de Processo Penal: Do Perito à Prova Pericial

d) Local do Crime, Corpo de Delito, Vestígio, Evidência e Indícios;

e) Aspectos do Laudo Pericial e Pareceres Técnicos nos Processos Cível e Criminal;

f ) Considerações Finais

 

MÓDULO VI – ENG. DIGO JOSÉ MELO SANT'ANNA – PERITO CRIMINAL - ENGENHARIA - ICCE

Compreende a Análise de Casos de perícia de incêndio.

a)    Revisão

- Legislação pertinente à Perícia Oficial: Capítulo II do CPP; Lei 11690; Lei 12030

b) Legislação específica da Perícia Oficial – Lei Orgânica da PCERJ

c) Estrutura organizacional da Polícia Técnica (perícia)– “ICCE”

d) Tramites administrativos entre Polícia Judiciária, Ministério Público, Advogados de interesse e Juízo;

e) Exames de locais, exames complementares e resposta a quesitos;

f) Apresentação de como acontece um incêndio em instalações elétricas:

    - Como ocorre o sinistro?

    - O que acontece depois que ocorreu?

    - Quando o Perito chega?

f) Apresentação de casos, através de fotos ilustrativas, vídeos e o laudo;

CORPO DOCENTE:

ENG. JOELSON CUNHA DE OLIVEIRA

Engenheiro de Segurança do Trabalho, Eletricista e Bacharel em Direito.
Formado em Engenharia de Segurança do Trabalho pelo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET) em 1992, Engenharia Elétrica pela Universidade Veiga de Almeida (UVA) em 1987; Engenharia Sanitária e Ambiental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ em 2001, Engenharia Econômica e Administração Industrial pela Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ em 1994, Direito pela Universidade Estácio de Sá em 2008, Perito área Trabalhista em periculosidade, insalubridade, equiparação salarial, desvio de função e acidente do trabalho, área Civil em Avaliações, Sistemas Elétricos e Ambiental; área Federal em ação civil pública ambiental, Consultoria nas Ações de Indenização relacionadas à acidente de trabalho no âmbito da Justiça do Trabalho do Rio de Janeiro para o Escritório de Advocacia - Martins Viana Advogados Associados, Banca Examinadora de Concurso Público: - EMGEPRON - Empresa Gerencial de Projetos Navais - Banca examinadora do Núcleo de Computação Eletrônica - NCE/ UFRJ responsável pela elaboração das questões objetivas e discursivas para o cargo de Engenheiro de Segurança do Trabalho, - EMGEPRON - Empresa Gerencial de Projetos Navais - Banca examinadora do Núcleo de Computação Eletrônica - NCE/ UFRJ responsável pela elaboração das questões objetivas e discursivas para o cargo de Técnico de Segurança do Trabalho, - ELETROBRÁS - Centrais Elétricas Brasileiras S/A - Banca examinadora do Núcleo de Computação Eletrônica - NCE/ UFRJ responsável pela elaboração das questões objetivas e discursivas para o cargo de Engenheiro de Segurança do Trabalho, - ELETROBRÁS - Centrais Elétricas Brasileiras S/A - Banca examinadora do Núcleo de Computação Eletrônica - NCE/ UFRJ responsável pela elaboração das questões objetivas para o cargo de Técnico de Segurança do Trabalho, - ELETRONORTE - Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A - Banca examinadora do Núcleo de Computação Eletrônica - NCE/ UFRJ responsável pela elaboração das questões objetivas e discursivas para o cargo de Engenheiro de Segurança do Trabalho, - ELETRONORTE - Centrais Elétricas do Norte do Brasil S/A - Banca examinadora do Núcleo de Computação Eletrônica - NCE/ UFRJ responsável pela elaboração das questões objetivas para o cargo de Técnico de Segurança do Trabalho, Professor do Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) / GESTORE; Professor do Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho da Universidade Severino Sombra / HG2 (Paulo Afonso/BA e Petrolina/PE); (Professor do Curso de MBA em Petróleo, Gás e Biocombustível da Universidade Castelo Branco / HG2 ( Petrolina/PE ); Professor do Curso de Perícia, Auditoria e Gestão Ambiental da Universidade Castelo Branco / HG2 ( Petrolina/PE); Professor do Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho e de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental da Universidade Castelo Branco/ Centro/Macaé/RJ.

ENG. ROBSON SANTOS BARRADAS

Engenheiro Mecânico pela Universidade Federal Fluminense (UFF) em 1984, Engenheiro de Segurança do Trabalho pelo Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (CEFET) em 2002 e Mestre em Engenharia Ambiental (SMS – Segurança, Meio Ambiente e Saúde) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) em 2012; Consultor Técnico em Proteções Construtivas (Passivas) Contra Incêndios (Estanqueidade da Construção, Estabilidade Estrutural e Comportamento dos Materiais frente ao Fogo – Ignifugação), Consultor em Tratamentos Termoacústicos e em Revestimentos Isolantes e Refratários (Lã Cerâmica); Presidente da Sociedade de Engenharia de Segurança do Estado do Rio de Janeiro (SOBES-RIO); Membro do Núcleo-RJ do Comitê Brasileiro de Segurança Contra Incêndio (CB-24) da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT); Conselheiro do CREA-RJ (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado do Rio de Janeiro); Professor do Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho e do Curso de Gestão em SMS (Segurança, Meio Ambiente e Saúde) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ); Professor do Curso de Engenharia de Segurança no Trabalho da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro; Professor do Curso de Engenharia de Segurança no Trabalho da Fundação Técnico-Educacional Souza Marques (FTESM); Professor do Curso de Prevenção e Combate a Incêndios em Laboratórios, do Curso de Biossegurança em Laboratórios de Pesquisa Biomédica, do Curso de Especialização Técnica em Gestão da Manutenção do Ambiente Hospitalar, do Curso de Especialização Técnica de Nível Médio em Boas Práticas de Laboratórios de Saúde Pública e do Curso Técnico em Gerência de Saúde da Fundação Oswaldo Cruz.

ENG. ERICK B. F. GALANTE

Graduação em Engenharia Química pelo Instituto Militar de Engenharia (1999), mestrado em Explosives Ordnance Engineering Cranfield University (2010) e mestrado em Programa de Engenharia Ambiental pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2011). , atuando principalmente nos seguintes temas: risco, gestão de risco, modelagem e iso 31.000:2009.

Doutorado em Engenharia Civil (Universidade Federal Fluminense, UFF, Niteroi, Brasil).

Mestrado em Programa de Engenharia Ambiental (Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Rio De Janeiro, Brasil). Mestrado em Explosives Ordnance Engineering. Cranfield University, CRANFIELD, Cranfield, Inglaterra. Especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho (Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Rio De Janeiro, Brasil). Graduação em Engenharia Química (Instituto Militar de Engenharia, IME, Rio De Janeiro, Brasil).

ENG. SIDNEY LEONE

Mestrado em Engenharia Ambiental – Ênfase em Gestão de SMS pela UFRJ, Pós-Graduando em Engenharia de Segurança do trabalho pela UFRJ após a formação em Engenharia Mecânica pelo IEEP (Instituto de Ensino de Engenharia Paulista), exerce atividades profissionais na área de Análise e Gestão de Riscos; Especialista em Seguros no segmento de grandes riscos; Consultor Técnico em proteções passivas contra incêndios para a área Naval e Offshore; Diretor da área de cursos e palestras da SOBES (Sociedade Brasileira de Engenharia de Segurança); Membro do Conselho Executivo do CBERTI (Centro Brasileiro de Estudo de Riscos e Tecnologia de Incêndio); Coordenador do Núcleo-RJ do CB-24 (Comitê Brasileiro de Segurança contra Incêndio) da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas); Professor do Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro); Professor do Curso de Engenharia de Segurança do Trabalho da Fundação Técnico Educacional Souza Marques; Coordenador da Clínica de Projetos do Curso de Gerenciamento de Riscos e Financiamento do Risco da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro); Professor do curso “Noções

sobre Incêndios e Explosões” da SOBES (Sociedade Brasileira de Engenharia de Segurança); Professor do Curso de Gestão, Perícia e Auditoria Ambiental da UCB (Universidade Castelo Branco) / HG2, no nordeste; Mestrando do Programa de Engenharia Ambiental – Segurança, Meio Ambiente e Saúde – SMS da UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro); Professor da Escola Nacional de Seguros- FUNENSEG: Disciplina Gestão dos Riscos Patrimoniais e Gestão dos Riscos na Cadeia de Petróleo e Gás / Cursos e Workshops promovidos pela entidade.

ENG. DIGO JOSÉ MELO SANT'ANNA

Engenharia Mecânica, Universidade do Estado do Rio de Janeiro – UERJ, 2004; Física, Universidade Cândido Mendes – AVM/UCAM, 2012. Mestrado em Ciência e Tecnologia dos Materiais, UERJ – em conclusão (falta defesa de dissertação); Engenharia e Segurança do Trabalho – UCAM / WPOS – em conclusão. MBA SMS - Segurança, Meio Ambiente e Saúde, UNIGRANRIO – 2006. - PCERJ – Policia Civil do Estado do Rio de Janeiro – ICCE/SPE – Instituto de Criminalística Carlos Éboli, Serviço de Perícias em Engenharia, Perito Oficial do Estado, de 02/2010 a atual; ACADEPOL – Academia Estadual de Polícia Silvio Terra – Docente da disciplina Engenharia Forense IV”, 02/2014 a atual; FIRJAN / SENAI – Unidade Jacarepaguá – Docente das disciplinas “Processos de Fabricação” e “Princípio da Mecânica”, de 10/2012 a atual; Tecnosolo Engenharia – Engenheiro Mecânico, responsável técnico, 2013 a atual Tecnosolo S.A, Gerente da Qualidade – SGQ, Gerente e Coordenador do Sistema de Gestão da Qualidade da Empresa, de 03/2009 a 2012; Tecnosolo S.A., Engenheiro Mecânico, Coordenador de Equipe e Responsável Técnico, de 02/2006 a 11/2011.

Certificado: O aluno que preencher satisfatoriamente os quesitos freqüência e aproveitamento terá direito a certificado emitido pela PUC (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro).