PUC-Rio

Coordenação Central de Extensão

Alfabetização de Jovens e Adultos: História, Sujeitos, Metodologias e Prática Pedagógica

Nucleo de Educacao de Adultos da PUC-Rio - Nead
Curso Livre

Aguarde novas turmas.

Cadastre-se como interessado

Introdução

Esse curso de Extensão em Alfabetização de Jovens e Adultos está destinado, principalmente, a professores que atuam em Alfabetização de Jovens e Adultos E nas séries iniciais do Ensino Fundamental de EJA. Contudo, não é demais lembrar que a Linguagem e o Pensamento atravessam todas as experiências humanas. Da forma como a escola está organizada, a leitura e a escrita estão presentes, como requisitos essenciais, nas diversas matérias e conteúdos estudados em todas as etapas do Ensino Fundamental. Desta forma, é importante que todos os professores que atuam em sala de aula, conheçam a história da educação, as teorias do conhecimento e as metodologias de ensino que se encontram presentes em sua prática. É relevante também compreender política e pedagogicamente que essas teorias não são nem neutras nem inocentes; mais importante ainda é perceber que elas não têm valor algum se não estiverem atreladas à vivência diária da sala de aula. Além disso, é objeto desse trabalho procurar compreender as razões políticas, sociais e pedagógicas que contribuem para dificultar o processo de alfabetização e, conseqüentemente, influem no "baixo desempenho" dos alunos jovens e adultos em leitura e escrita, e a partir daí, tentar construir, coletivamente, algumas alternativas para a sua superação.

Objetivo

Objetivo geral

Refletir sobre o processo de Alfabetização e Escolarização Fundamental de Jovens e Adultos.

Objetivos específicos:

Conhecer a história da alfabetização de jovens e adultos no Brasil; a produção do analfabetismo e a construção da EJA no Brasil.

Explicitar a visão de mundo e de homem que se encontram subjacentes às teorias do conhecimento e conseqüentemente das metodologias aplicadas aos adultos em processo de alfabetização e escolarização inicial;

Observar se existe uma concepção de infância por trás dos métodos e currículos utilizados na EJA e verificar sua utilidade em termos de projeto de sociedade;

Compreender qual o sujeito cognoscente idealizado pelas escolas, seus instrumentos (currículos e materiais didáticos) e rituais;

Compreender que tipo de sujeito cognoscente o aluno adulto sem alfabetização é representante;

Socializar experiências bem-sucedidas. Apontar e construir, coletivamente, ao longo do curso, alguns caminhos na superação das dificuldades vividas por alunos e professores que se encontram envolvidos no processo de alfabetização e escolarização inicial.

Carga Horária

80 horas.

Metodologia

Esse processo de formação continuada será composto por duas etapas. Uma presencial composta por 60 horas/aula na PUC-Rio. Outra não presencial composta de 20 horas/atividades de leitura, registro e sistematização de um trabalho final. Trata-se, ao todo, de 80 horas de trabalho.

Programa

I – Alfabetização de Jovens e Adultos: História e Memória ( 12 horas/aula)

Conhecer a história da Alfabetização de Adultos no Brasil, o surgimento da EJA enquanto modalidade de Educação, seus princípios e fundamentos. Reconhecer o aluno e o professor enquanto sujeitos sociais, atores diferenciados de um processo único em que ambos estão envolvidos. Refletir sobre o conceito de alfabetizado/analfabeto. Compreender o sentido das V e VI CONFINTEA.

II – Teorias do conhecimento e suas respectivas visões de mundo e de homem: pensamento científico x pensamento narrativo (12 horas/aula)

(Re)conhecer e compreender as teorias do conhecimento, seus meios de produção, as práticas que elas derivaram e a concepção de homem e de sociedade que elas estão a serviço. Mapear os diversos métodos concebidos pelo pensamento cartesiano e sua relação com as atuais práticas de alfabetização. Reconhecer, através dos estudos da Psicologia, os diversos modos de pensar que estão presentes na história das sociedades e sua relação com o saber, o poder e o "sucesso" escolar.

III- O aluno jovem e adulto não alfabetizado, os professores e os processos de interação entre eles (12 horas/ aula)

Reconhecer professores e alunos (que embora atores diferenciados), como sujeitos sociais de um mesmo processo educativo. Perceber essa relação como um fenômeno da convivência humana e social numa sociedade em construção. Refletir sobre o processo pedagógico, os sistemas de conhecimento que estão em jogo num processo de alfabetização e sua relação com a identidade, a auto-estima e a construção da autonomia de todos os envolvidos.

IV – Questões da prática: novas perspectivas (24 horas/aula)

Esse módulo está reservado para a discussão da prática dos cursistas, apresentação de suas experiências bem-sucedidas. Discussão das questões que estejam impedindo um fazer com melhores resultados, suas dúvidas; e a pensação e experimentação de práticas que tentem incorporar as novas reflexões realizadas ao longo do curso.

Corpo Docente

Veja a relação do corpo docente (sujeito a alteração)

Matrícula

O aluno cujo curso for custeado por uma empresa deverá, depois de efetuar a matrícula, preencher o modelo da carta de compromisso da empresa e envia-la através do “Aluno on line”, no prazo de 24 horas. Posteriormente enviaremos, à empresa, a nota fiscal com boleto bancário.  O aluno receberá um email automático de confirmação de matrícula, contendo as instruções para uso do “Aluno on line”

Certificado

O aluno que preencher satisfatoriamente os quesitos frequência e aproveitamento terá direito a certificado.

Observações

Vagas limitadas.

A realização do curso está sujeita à quantidade mínima de matrículas.

Bolsas de Estudos: devido à natureza autofinanciada dos cursos oferecidos pela CCE, não há viabilidade financeira para a concessão de bolsas de estudo.


Possui alguma dúvida ? Fale conosco

Atualizado em 07/12/2010 às 18:05